WFL World Run: 6 de maio em 13 localizações ou através da APP RUN

Wings for Life World Run

Wings for Life World Run: O mundo volta a correr por aqueles que não podem

Pelo quinto ano consecutivo o mundo vai correr por aqueles que não podem na Wings for Life World Run, que regressa no dia 6 de maio em 13 localizações dos seis continentes. Além da corrida organizada, espera-se que a maioria dos participantes corra em simultâneo através de aplicação APP RUN – é este o desafio que é lançado aos portugueses motivados em apoiar a investigação da cura das lesões na espinal medula.

Criada em 2014, a Wings for Life World Run veio introduzir um novo conceito de corrida – unindo pessoas nos seis continentes em torno de uma causa comum: apoiar a investigação para a cura das lesões na espinal medula. Esta foi a forma encontrada pela Fundação Wings for Life para comunicar uma grande causa e reunir um número cada vez mais expressivo de apoiantes. Este ano o encontro está marcado para o próximo dia 6 de maio, naquela que será a quinta edição da mais global de todas as corridas.

Nas quatro edições até agora realizadas (2014-2017) foram envolvidos um total de 435 mil participantes de 193 países, que correram por aqueles que não podem em 58 localizações dos seis continentes. O resultado desta impressionante mobilização planetária foi a angariação de 20.6 milhões de euros, cem por cento direcionados para apoiar a investigação científica, que está a desenvolver esforços para tornar possível a cura das lesões na espinal medula. Com estudos clínicos e testes já a decorrer, a comunidade científica internacional está fortemente motivada para responder a este apelo. As verbas até agora angariadas já permitiram a realização de 170 projetos em 15 países, gerando um total de 494 publicações científicas.

A corrida em si destaca-se por juntar milhares de pessoas a correr precisamente ao mesmo tempo em diferentes latitudes. Outra marca diferenciadora reside no facto de não existir uma meta fixa, em vez disso os participantes são perseguidos por um Carro Meta que começa a andar 30 minutos depois da saída do pelotão, aumentado progressivamente a velocidade até apanhar o último corredor. O atual recorde da competição situa-se nos 88.44 quilómetros.

Em Portugal a corrida adquire uma dimensão virtual, uma vez que não será organizada uma prova nos moldes tradicionais. Todos os interessados em apoiar esta grande causa podem fazê-lo em qualquer lugar graças à Wings for Life World Run APP RUN. Para isso basta fazer o download da aplicação em www.wingsforlifeworldrun.com, efetuar a inscrição que tem o custo de €15 (donativo 100% direcionado para apoiar o apoio à investigação da cura das lesões na espinal medula) e juntar-se por via eletrónica ao pelotão global no dia 6 de maio, às 12 horas de Portugal continental.

Informações e inscrições: www.wingsforlifeworldrun.com | www.wingsforlife.com